quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O VERMELHO A COR DA PAIXÃO E DA SENSUALIDADE...

Quando acontece a química da atração, que pode unir apaixonadamente duas pessoas, vários ingredientes entram em jogo: beleza, juventude, hormônios, cérebro, genética, momento atual de vida, experiências anteriores, tipo de educação recebida na infância, grau de relacionamento com os pais, nível intelectual, status social, tipo de personalidade, um sorriso que sinalize "vá em frente" e, também, a cor da roupa.
Aliás, um dos primeiros gatilhos que dispara o interesse pelo outro se dá por meio de sinais verbais e não verbais que são emitidos e captados continuamente, muitas vezes inconscientemente. As pessoas percebem e se sentem atraídas por estes sinais, que envolvem os cinco sentidos: a visão, sobretudo para o homem; o olfato, principalmente para a mulher; a audição (ouvir a voz do outro); o toque na pele e o paladar, através do beijo.
Não resta dúvida de que a visão é uma das ferramentas mais importantes da sedução, pois checar, avaliar e descobrir pontos de atração no outro é iniciar, estrategicamente, a aproximação e a eventual paquera. E sedução, geralmente tem uma cor: vermelho.
A união do vermelho com sexualidade tem uma longa história que continua até o presente. Antropólogos já descobriram em rituais ancestrais que o vermelho ocre era usado como pintura facial e corporal nas mulheres para simbolizar a exposição da fertilidade. O vermelho frequentemente aparece, pelo mundo, como um símbolo de paixão, luxúria, desejo e fertilidade em diversas manifestações culturais da mitologia e do folclore.
Na literatura, por exemplo, o vermelho tem sido repetidamente associado à sexualidade. E no dia a dia e nos filmes? Você sabe muito bem que aquele vestidinho vermelho é usado, muitas vezes, para representar paixão ou sensualidade. Corações vermelhos e dia dos namorados formam uma dupla romântica infalível para presentear o ser amado. E não esqueçamos que a lingerie da mulher na cor vermelha é muito popular para despertar desejos masculinos.
O vermelho também tem sido usado há séculos como sinal de disponibilidade sexual ou "aberto para negócio" nos bairros da "luz vermelha" (por exemplo, o típico bairro em Amsterdam, na Holanda). E não poderíamos deixar de citar que o vermelho faz parte do rosto feminino: o uso de batom vermelho e rouge para realçar a atratividade é uma prática que remonta aos tempos dos egípcios, há mais de 10 mil anos a.C.
Embora a ligação entre o vermelho e o sexo possa ser um produto do condicionamento da sociedade, há várias razões para acreditar que ela pode, também, ter raízes na nossa herança biológica.
Muitas fêmeas primatas não humanas, tais como chipanzés, bonobos, gorilas e macacos, exibem o vermelho nos seus genitais, peito, ou face quando estão próximas da ovulação, ou seja, sinalizam que estão prontas para o sexo. Isto acontece porque os níveis elevados de estrógeno (em relação à progesterona) provocam aumento de fluxo sanguíneo sob a superfície da pele, que se manifesta com a coloração avermelhada intensa.
Assim, o trio sedução, sexualidade e vermelho, presente nos primeiros passos da dança da atração sexual, tem um papel importante naquele momento de checagem visual inicial do futuro pretendente.


5 comentários:

  1. Bom demais esse seu outro espaço minha linda menina, olha,,,essa quimica quando acontece, pode ser vermelho, azul, verde,,,preto...rs..rs...que tudo vai rolar....beijos querida e uma linda noite pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Não poderia deixar de vir pra cá!
    Tudo lindo...

    Beijinho, linda!

    ResponderExcluir
  3. Marzinha, cheguei!!!
    Querida, o espaço está lindo!!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. amei esse novo espaço..vc é demais minha amiga...
    que bom que te conheci..

    bjocas

    ana casada

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós...não saia sem comentar...